Feverestival celebra seu retorno com uma invasão cênica em diversos pontos da cidade, nesta 6ª

Compartilhar

A maratona artística, de 14 a 28 de fevereiro, reúne cerca de 50 atrações e espera receber perto de 30 mil pessoas; haverá transporte público para o circuito de apresentações

O retorno do Feverestival – Festival Internacional de Teatro de Campinas – será anunciado por uma “invasão cênica”, na próxima sexta-feira (14), em diversos pontos da cidade. Até 28 de fevereiro, o público poderá participar de um vasto leque de atividades. Serão quase 50 atrações, entre espetáculos e atividades formativas, que irão priorizar o diálogo e o intercâmbio artístico. A expectativa é receber perto de 30 mil pessoas.

Naomi Silman e seu personagem Agada Tchainik. (foto: Júlia Zakia)

Na sexta (14), as intervenções acontecem nesta sequência:
10h – Aeroporto de Viracopos: participação da atriz Naomi Silman (Lume Teatro) e do Teatro de Senhoritas;
10h – Rodoviária: Serafim Teatro e Silvia Leblon;
13h – Terminal Padre Anchieta: Los Circo Los;
13h – Terminal Ouro Verde: Família Burg;
15h – Terminal Central: Ricardo Pucetti (Lume Teatro), Mauro Braga e Barracão Teatro;
17h – Terminal Barão Geraldo: Grupo de Dança Excaravelhas, Grupo Flautins Matuá e Núcleo de Samba Cupinzeiro;
18h – Cabaré de rua, o grande encontro: artistas que estiveram em diversos cantos da cidade finalizam com apresentações no centro do distrito de Barão Geraldo, partindo do Terminal Barão Geraldo.

Transporte público e ingressos
Para facilitar o acesso aos espetáculos, haverá transporte público gratuito percorrendo o circuito do Festival, com saídas do distrito de Barão Geraldo para os teatros do centro de Campinas e vice-versa.
Os ingressos para os espetáculos no Teatro Castro Mendes já estarão à venda a partir desta quinta (13). Os ingressos podem ser adquiridos tanto na bilheteria do teatro como em outros pontos citados no site feverestival.com.br.
Para os espetáculos gratuitos, a distribuição de senhas será feita uma hora antes do início da apresentação.


Maratona

Durante a maratona artística, o público irá conferir oficinas nacionais e internacionais, espetáculos de rua, espetáculos infantis, espetáculos internacionais, espetáculos de renomados grupos da cidade e de coletivos nacionais convidados, além de cabaré de variedades.
Depois da invasão cênica na sexta (14), teremos, no sábado (15), o espetáculo “Antígona Recortada”. Com adaptação e direção de Claudia Schapira, a montagem do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos traz o mito grego de Antígona para os tempos atuais.

Espetáculo Antígona Recortada. (foto: Andre Murrer)

Reconhecido na cena teatral brasileira como pioneiro em unir o teatro épico com a linguagem hip-hop, o Núcleo radicalizou ainda mais na sua proposta e dá ênfase à palavra, utilizando como interface estética do trabalho o spoken word ou “poesia falada”, nome dado a performances em que os artistas recitam textos
No domingo (16), uma clownferência reúne palhaços de diversos lugares do Brasil para uma apresentação única e inédita. O evento contará com importantes nomes da palhaçaria nacional, como Naomi Silmann, Esio Magalhães, Família Burg, Silvia Leblon, Mauro e Deco, Biribinha e Adelvane Néia. Por se tratar de uma noite de gala, a coordenação do Feverestival solicita ao público que compareça em trajes a rigor. Começa às 19h, no Teatro Castro Mendes.

Internacionais

A premiada montagem do grupo argentino Timbre 4, “La Omissión de la Familia Coleman”, é uma das atrações internacionais. Escrita e dirigida por Claudio Tolcachir, a peça gira em torno do turbulento cotidiano de uma família à beira da dissolução. O espetáculo estará em cartaz no dia 17 (segunda-feira), às 20h, no Teatro Castro Mendes.

Espetáculo La Omission da Familia Colliman. (foto:: Timbre 4)

Pela primeira vez no Brasil, a companhia The Paper Cinema, do Reino Unido, chega ao Feverestival com uma adaptação da obra referencial da literatura mundial, a Odisséia, de Homero. No espetáculo, a saga é transformada em performance com bonecos desenhados à mão, que são animados através de cinema feito ao vivo.

Coletivo The Paper Cinema. (foto: James Allan)

A ação é acompanhada de música ao vivo original, composta e tocada pelos músicos integrantes do coletivo. As apresentações, com entrada franca, acontecem nos dias 18 e 19, sempre a partir das 20h, no Casarão do Barão, em Barão Geraldo. Como o Casarão tem capacidade para 80 pessoas, vale lembrar que as senhas serão distribuídas uma hora antes do início da sessão.

Seminário e pontos de encontro

Outro destaque desta edição é o fortalecimento do elo com a universidade, já que a maratona terá efetiva participação de estudantes da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) na equipe de produção. A parceria se amplia, ainda, com a realização do simpósio internacional sobre reflexões cênicas contemporâneas e a mostra de artes cênicas.
Numa combinação de arte e gastronomia, o Feverestival prevê a realização dos pontos de encontro em várias casas noturnas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × três =

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.