Com golaço de Erik, Guarani vence Nacional no Brinco

Compartilhar

O Bugre conquistou sua primeira vitória na Série A2

Na tarde deste sábado(20), o Bugre recebeu o Nacional no Brinco de Ouro, em duelo válido pela segunda rodada do Campeonato Paulista da Série A2 e venceu pelo placar de 2 a 0. Erik, de falta, aos 45′ do primeiro tempo e Rondinelly, aos 48′ da segunda etapa fizeram os gols que garantiram a primeira vitória do Bugre na competição estadual.

O próximo confronto é na terça-feira (23), às 20h, no Estádio Primeiro de Maio, diante do São Bernardo. O Bugre ocupa neste momento a oitava colocação com 3 pontos ganhos em dois jogos disputados.

O Jogo
O técnico Umberto Louzer teve pela primeira vez a oportunidade de contar com todos os reforços regularizados. Mediante a isso, o comandante promoveu algumas modificações na equipe. Bruno Brígido entrou na vaga de Passarelli, Bruno Nazário na vaga de Gabriel Leite e Bruno Mendes na de Fumagalli. O Bugre inciou a partida com: Bruno Brígido; Lenon, Lucas Kal, Willian Rocha e Salomão; Baraka, Ricardinho, Bruno Nazário, Rondinelly e Erik; Bruno Mendes.

Com maior poderio ofensivo, o Guarani começou pressionando o Nacional. Logo aos 7′, Nazário cobrou falta com perigo e o goleiro Felipe Lacerda defendeu. O Bugre usava bem a velocidade pelos lados do campo com Nazário e Erik. Aos 20′, foi a vez de Rondinelly quase abrir o placar, mas a bola foi pra fora. Aos 25′, o Guarani tocou bem a bola e Nazário finalizou para mais uma defesa do goleiro do Nacional.

O time da capital só assustou depois dos 35´, e o goleiro Bruno Brígido fez duas belas defesas. O ímpeto do Bugre dava indícios que o gol estava perto. Até que aos 45′, Erik, em cobrança de falta, tirou o grito de gol da garganta do torcedor e fez a festa no Brinco. Que golaço!

A vantagem no placar fez com que o Bugre retornasse mais tranquilo à segunda etapa. Aos 6′, Willian Rocha aproveitou o cruzamento de Rondinelly, chutou firme e por pouco não ampliou a vantagem. Melhor no jogo, o Guarani tentou o segundo gol no chute de Nazário, aos 13′. O time da capital assustou aos 27´, no chute de Naldinho. Bruno Brígido espalmou.

Melhor na partida, mas desgastado fisicamente, o Bugre mudou. Umberto colocou Marcílio, Gabriel Leite e Pedro Bortoluzo nas vagas de Salomão, Bruno Nazário e Bruno Mendes. A mudança deu fôlego e o Guarani aproveitou as saídas do adversário para matar a partida. Em contra-ataque, aos 48′, Gabriel Leite deixou Rondinelly na cara de Felipe, o meia escorou pro fundo da rede e deu números finais ao confronto.

Galeria de Fotos
fotos:Álvaro Jr.

Ficha Técnica
Guarani Futebol Clube x Nacional Atlético Clube
Estádio Brinco de Ouro, em Campinas
Arbitragem: Márcio Roberto Soares, Alex Alexandrino e Leandro Matos Feitosa
Gols: Erik , aos 45`do primeiro tempo e Rondinelly, aos 48´do segundo tempo
Cartões Amarelos: Salomão ( Guarani) e Pedro Bortoluzo. ( Guarani).
Público : 2684
Renda: 37501

Guarani Futebol Clube
Bruno Brígido; Lenon, Lucas Kal, Willian Rocha e Salomão (Marcílio); Baraka, Ricardinho, Bruno Nazário (Gabriel Leite), Rondinelly e Erik; Bruno Mendes (Pedro Bortoluzo) – Técnico: Umberto Louzer

Nacional Atlético Clube
Felipe; Thiaguinho, Jeferson, Everton Dias e Caio Mendes; Ferdinando ( Marcelinho), Thiago Santos ( Naldinho) , Negueba e Vitor Braga; Luizinho ( Bruno Xavier) e Bruno Nunes – Técnico: Betinho

fonte: André Aranha / Guarani Press

Deixe uma resposta