Guarani bate o XV e está de volta ao Paulistão

Compartilhar

O Guarani está de volta à primeira divisão do Paulistão. Na noite desta quarta-feira (04), o Bugre recebeu o XV de Piracicaba no Brinco de Ouro e venceu pelo placar de 1 a 0. Ricardinho foi o autor do gol da vitória do Alviverde que pôs fim aos longos cinco anos de sofrimento na série A2.

Com o acesso garantindo, o Guarani tem pela frente a disputa pelo título do Campeonato Paulista da Série A2. Na finalíssima o Alviverde encarará o Oeste, no Brinco de Ouro. A data e o horário ainda serão definidos pela Federação Paulista de Futebol.

O Jogo
Após o empate diante no primeiro jogo em Piracicaba, o técnico Umberto Louzer optou mais uma vez pela manutenção do time titular bugrino. Bruno Brigido; Lenon, Philipe Maia, Fernando Lombardi e Marcílio; Baraka, Ricardinho, Bruno Nazário, Rondinelly e Erik; Bruno Mendes iniciaram a partida.

Com mais de 15 mil pessoas presentes no Brinco de Ouro, o Bugre tinha pela frente um adversário muito duro. O primeiro tempo muito duro e disputado foi prova disso. A primeira oportunidade foi do XV. Porém, a sorte estava do lado Alviverde. Lombardi tentou afastar mas a bola caiu nos pés de Fabinho, o atacante porém, desperdiçou cara a cara com Bruno Brígido.

A resposta do Guarani veio pelo alto. Aos 16′, Lenon recebeu de Rondinelly, descolou cruzamento mas Bruno Mendes cabeceou por cima do gol de Samuel. Aos 19′, Erik cruzou rasteiro, Nazário chegou batendo mas também errou o alvo. A briga por espaço para criar era incessante por parte dos dois lados. Bem postado, o Guarani não se expunha tanto como de costume e esperava os erros do alvinegro para criar.

Com o decorrer do tempo, o ímpeto inicial do Nhô Quim foi diminuindo e o Bugre assumiu o controle do jogo. Aos 42′, Bruno Mendes criou a chance mais clara do Guarani. O atacante recuperou a bola, driblou Vinicius Simon, invadiu a área e tocou para Erik. O atacante pegou de primeira mas errou o alvo.

O segundo tempo começou muito diferente. Principalmente no que diz respeito à postura do Guarani. Logo aos 2′, o Alviverde colocou a bola no chão e fez o primeiro. Bruno Mendes tocou para Nazário, o meia enfiou para Ricardinho e o volante acertou um chutaço sem chance para Samuel Pires.

O gol naturalmente fez com que o time de Piracicaba se lançasse ao ataque para tentar igualar o marcador. Com tal estratégia, o Bugre abaixou as linhas e esperou o adversário para aproveitar o contra-ataques. Apesar do plano de jogo, o Bugre, enquanto tinha a bola, circulava para encontrar meios de invadir a defensiva quinzista.

Se a vida do time piracicabano já estava difícil, ficou ainda mais dura aos 38′. Vincius Simon tomou o segundo cartão amarelo e foi expulso. Aos 41′, O Bugre ainda teve chance de liquidar a partida. Caíque e Fumagalli, que entraram nas vagas de Nazário e Bruno Mendes, tabelaram e o camisa dez do Bugre desperdiçou.

Galeria de Fotos
fotos: Álvaro Jr.

Ficha Técnica
Guarani Futebol Clube x Esporte Clube XV de Novembro
Estádio Brinco de Ouro, em Campinas
Arbitragem: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, Rogerio Pablos Zanardo e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa
Gols: Ricardinho (Guarani)
Cartões Amarelos – Fernando Lombardi, Bruno Nazário (Guarani); Vinícius Simon, Jonathan Costa (XV de Piracicaba).
Cartão vermelho – Vinícius Simon (XV de Piracicaba).
Público e Renda: 15.816 pessoas – R$ 237.525,00.

Guarani Futebol Clube
Bruno Brigido; Lenon, Philipe Maia, Fernando Lombardi e Marcílio; Baraka, Ricardinho, Bruno Nazário (Caíque), Rondinelly (Denner) e Erik; Bruno Mendes (Fumagalli) – Técnico: Umberto Louzer

Esporte Clube XV de Novembro
Samuel Pires; Oziel, Vinicius Simon, Marcondes e Fraga; Gilson (Norton) , Jonathan Costa e Jobinho (Rafael Gomes) ; Fabinho, Bruninho (Maikon Aquino) e Éverton – Técnico: Evaristo Piza

Texto: Gabriel Ferrari/BugrePress

Deixe uma resposta