Toda Nudez Será Castigada chega a Campinas

Compartilhar

CPT apresenta nova versão do espetáculo

Em comemoração aos 30 anos do CPT – Centro de Pesquisa Teatral do Sesc Consolação e o centenário de Nelson Rodrigues, o Grupo Macunaíma de Teatro traz para Campinas, sob direção do consagrado Antunes Filho, uma nova versão do espetáculo “Toda Nudez Será Castigada”. A apresentação acontece no próximo dia 3 (quarta), às 20h00, no Teatro Castro Mendes através de uma parceria entre Sesc Campinas e Secretaria Municipal de Cultura de Campinas.

Na peça, Herculano, um burguês viúvo, pertencente a uma família conservadora, é levado por seu irmão, Patrício, a conhecer a prostituta Geni com quem se casa, mesmo contra vontade de seu filho, Serginho. A partir daí, sua vida vira um carrossel de acontecimentos. O texto, escrito por Nelson Rodrigues em 1965, foi encenado pela primeira vez com a direção de Antunes Filho em 1981, no espetáculo Nelson Rodrigues – O Eterno Retorno.

Os ingressos do espetáculo estarão à venda na bilheteria do Teatro Municipal Castro Mendes, a partir desta sexta feira (28). O horário de funcionamento é de terça a domingo, das 16h às 21h. A classificação etária é de 16 anos.

Sobre o Centro de Pesquisa Teatral do Sesc Consolação
Desde 1982, o CPT, criado pelo Sesc São Paulo, promove a continuidade das pesquisas do Grupo Macunaíma e de atividades voltadas para a formação de atores, técnicos e outros criadores cênicos. As técnicas descobertas e aprimoradas tornam o CPT o principal núcleo de investigação teatral latino americano na atualidade.

Em 2005, a Casa das Américas, de Cuba, premiou Antunes Filho, reconhecendo o CPT e o Grupo Macunaíma com o “Gallo de Habana”, honraria concedida apenas a personalidades, instituições ou grupos artísticos que tenham contribuído com a evolução estética do teatro na América Latina.

O mito do teatro brasileiro, Antunes Filho
O diretor paulistano Antunes Filho destacou-se em meio à primeira geração dos encenadores modernos do Brasil. Alcançou prestígio dirigindo grandes nomes do cenário teatral brasileiro e montando espetáculos marcantes. Conquistou projeção internacional em 1978, com a adaptação teatral de “Macunaíma”, de Mário de Andrade. O espetáculo foi apresentado em cerca de 20 países, sendo sucesso de crítica e de público.

Antunes Filho sempre buscou recursos em todas as áreas de conhecimento para fundamentar e consolidar seu processo criativo e seus recursos técnicos de atuação. Com o decisivo apoio do SESC, Antunes conseguiu a sistematização definitiva de um método para o ator. Hoje, suas investigações estéticas continuam, da mesma forma que seu trabalho sobre as técnicas de ator já sistematizadas.

Dentre os prêmios que já recebeu, estão importantes honrarias que evidenciam o talento do artista, como o Prêmio Multicultural Estadão, e prêmios internacionais, como o concedido pela Associação Internacional de Críticos Teatrais, o prêmio de melhor diretor – Poeta da Cena – do Festival de Montreal e o Gallo de Oro, concedido pela Casa das Américas, de Cuba.

Faixa Etária: 16 anos. Duração: 50 minutos. Com Centro de Pesquisa Teatral (CPT) / Texto: Nelson Rodrigues / Direção: Antunes Filho.

Serviço
Dia 3 de julho, quarta, às 20h.
Local: Teatro Castro Mendes
Classificação etária: 16 anos
Ingressos a venda no Teatro Municipal Castro Mendes, Funcionamento: de terça a domingo, das 16h00 às 21h00.
R$ 5,00 (trabalhadores no comércio de bens, serviços e turismo, matriculados no Sesc)
R$ 10,00 (matriculados no Sesc na categoria usuário, estudantes com carteirinha, professores da rede pública, maiores de 60 anos)
R$ 20,00 (demais interessados)

Deixe uma resposta