7ª Mostra Curta Audiovisual de Campinas acontece de 14 a 22 de novembro

Compartilhar

O Museu da Imagem e do Som (MIS) e o SESC Campinas serão o palco da 7ª Mostra Audiovisual de Campinas que será realizada na cidade de 14 a 22 de novembro. A programação é totalmente gratuita e oferece um panorama abrangente da produção de curtas-metragens brasileiros produzidos a partir de 2011.

A abertura do evento no dia 14 de novembro vai trazer uma sessão de exibição de obras campineiras das primeiras edições da mostra. Apesar do pequeno período de inscrições – 15 dias apenas – e do novo modo de recepção, agora totalmente online, foram recebidos cerca de 110 filmes, dos quais 31 farão parte do evento este ano. Foram contemplados filmes de Brasília, Belo Horizonte, Campinas, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Juiz de Fora, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador, São Carlos, São Luis e São Paulo.

As exibições estão divididas em Sessão de Abertura; Sessões Oficiais, Cineminha, Sessão na Praça; Sessão com acessibilidade e a já tradicional Sessão Juri-Pop, com os curtas mais votados pelo público. Para encerrar o evento, haverá uma confraternização na Galeria Sede, com projeções dos curtas produzidos nas oficinas e exposição.

Este ano, as Sessões Oficiais, batizadas com nomes dos antigos cinemas de rua de Campinas, serão compostas por curtas de variados estilos e linguagens, compreendendo ficção, documentário e animação, realizados em dez diferentes estados brasileiros. O público dessas sessões recebe cédulas para votar nos preferidos que, ao final, formam a Sessão Juri Pop.

O Cineminha é uma sessão voltada ao público infanto-juvenil, com produção e curadoria do Ideia Coletiva. Repetindo a experiência da edição de 2008, a Mostra vai pro Largo do Rosário, realizando uma sessão especial ao ar livre, chamada Sessão na Praça.

Um dos especiais dessa edição é dedicado às Histórias em quadrinhos. Serão exibidos dois curtas com temáticas relacionadas às HQ: “Dossiê Re Bordosa” e “A Noite dos palhaços mudos”, que terá sua estréia oficial em Campinas, seguida de debate com os realizadores.

Para fomentar a produção regional e promover o diálogo entre realizadores e o público, a Mostra inclui também uma programação com atividades paralelas. Quatro oficinas práticas serão oferecidas: Desenho Animado, pelo Núcleo de Cinema e Animação de Campinas, dias 14 e 15/11; Documentário Expresso, pela Pappilon Cinema e Vídeo, dias 14/11 e 15/11; Direção de Arte para Cinema, realizada pela SkenoFX, dias 20 e 21/11; e Práticas da Produção de Vídeo, apresentada pela Capuccino Produções, dias 19 a 21/11.

Além das oficinas, a Mostra promoverá, nos dias 16 e 17/11, sempre às 14h, palestras relacionadas à temática audiovisual. Os temas destas palestras serão Roteiro Cinematográfico: O limiar do texto técnico e criativo, ministrada por Bruno Nucci, graduado em Cinema pela UFSC e O Cinema e suas histórias, mediada pelo produtor cultural Tarcísio Vecchini.

Deixe uma resposta