Vôlei Amil não passa pelo Sesi, mas mantém vice-liderança da Superliga‏

Compartilhar

Equipe do técnico Zé Roberto trava uma verdadeira batalha de cinco sets na Arena Amil e agora tem um ponto de vantagem para o terceiro colocado, a Unilever

Vôlei Amil e Sesi travaram uma verdadeira batalha de cinco sets na noite desta sexta-feira (14), na Arena Amil, em Campinas. Apesar da garra e da força da torcida (2.911 pessoas), as comandadas de Zé Roberto acabaram superadas e o adversário da capital venceu por 3 sets a 2, com parciais de 21/17, 17/21, 21/19, 17/21 e 15/7, em 1h57min. Apesar do resultado que interrompeu uma sequência de dez vitórias consecutivas, a equipe campineira segue na vice-liderança da Superliga, agora com um ponto de vantagem para a Unilever. O próximo jogo será na terça-feira (18), diante do Barueri, na casa do adversário.

Para o técnico Zé Roberto, sua equipe perdeu a oportunidade da vitória em função de falhas cometidas ao longo dos sets. “O bloqueio e defesa foi bem, tocamos em várias bolas, mas cometemos erros bobos. Foi uma partida equilibrada, igual, mas o Sesi foi melhor no tie-break”, disse o tricampeão olímpico. A capitã Walewska concordou com o treinador. “Cometemos erros simples e isso fez a diferença. Abríamos dois ou três pontos de vantagem e depois deixávamos elas encostar de graça. Mas a defesa e o bloqueio foram bem e temos que focar em corrigir esses problemas”, afirmou a central, que voltou a jogar após a lesão sofrida dia 31 de janeiro, na vitória diante do Pinheiros. “Está doendo, mas o bom é que estou de volta”, completou.

Tandara e Fabiana (Sesi) foram as maiores pontuadoras, ambas com 21 acertos. Kristin também se destacou com 14 e Natália anotou 12. Também jogaram e marcaram para o Vôlei Amil: Walewska (4), Carol Gattaz (9), Angélica (3) e Ju Nogueira (1).

O jogo

Vôlei Amil e Sesi fizeram um jogo de gato e rato até o 15/15, com as campineiras no comando do placar e tentando desgarrar, enquanto as atletas da capital não deixaram a diferença ultrapassar três pontos. Quando conseguiu a virada, o adversário não permitiu a reação da equipe de Zé Roberto, que pediu tempo no 15/17 para tentar arrumar a casa. Nem os ataques de Tandara e Natália (4 pontos cada) foram suficientes e o Sesi saiu na frente no clássico com 21/17, em 25 minutos.

Com início de segundo set arrasador, o Vôlei Amil chegou ao primeiro tempo técnico com facilidade no 7/3. E com dois aces de Tandara, ampliou para 12/4. Depois da segunda parada técnica (14/7), porém, as donas da casa pararam de pontuar, enquanto as adversárias foram encostando. Quando o placar chegou a 14/12, Zé Roberto colocou Walewska em quadra. A capitã estava no banco em função da torção no tornozelo esquerdo, sofrida há duas rodadas, e foi dela o ataque que quebrou a sequência do Sesi. Com 15/13 e quatro saques seguidos de Claudinha, a equipe de Campinas fez 19/14. Tandara marcou pela sétima vez e garantiu o set point e no erro do rival, o Vôlei Amil fechou a parcial em 21/17, após 26 minutos.

Os papéis se inverteram no terceiro set. O Sesi voltou melhor e no comando das ações. Novamente com uma sequência de saques de Claudinha, potentes ataques de Kristin e boas defesas de Michelle, o Vôlei Amil saiu de um 6/10 para o empate. A virada no 11/10 veio com um bloqueio de Natália. Com a norte-americana dominando a rede (oito pontos no total), as donas da casa chegaram ao segundo tempo técnico com 14/12. Daí para frente, o duelo seguiu equilibrado até o 19/19. Quando as rivais chegaram ao set point, Zé Roberto parou o jogo. Mas não adiantou e o Sesi fechou em 21/19, em 26 minutos.

Mesmo precisando da vitória para levar a decisão para o tie-break, o Vôlei Amil começou atrás no quarto set. Novamente uma sequência de saques forçados fez a diferença. Com quatro serviços de Walewska, acompanhados de ataques de Tandara e Carol Gattaz, as donas da casa saíram de uma desvantagem de 6/8 e viraram para 10/8. Com Kristin, em duas pancadas na saída de rede, chegou ao segundo tempo técnico na frente (14/11). Com a defesa e bloqueio funcionando (especialmente com Natália e Walewska) e Tandara descendo o braço, a equipe de Zé Roberto empatou a partida por 2 sets a 2 e a parcial por 21/17, em 25 minutos.

Não faltou emoção no quinto set. Apesar da luta e de uma grande bola de segunda de Claudinha no 4/5, o Sesi chegou ao oitavo ponto (4/8) e levou uma boa vantagem na virada de quadra. Após o pedido de tempo de Zé Roberto, Walewska fez o quinto ponto para a equipe de Campinas. Mas o Sesi continuava virar no ataque. Com problemas na recepção, o Vôlei Amil não conseguiu buscar o placar e o time da capital ganhou por 15/7.

O Vôlei Amil jogou com Claudinha, Tandara, Angélica, Carol Gattaz, Kristin e Natália, com Michelle Daldegan como líbero. Entraram: Stephany, Pri Heldes, Rosamaria e Ju Nogueira.

O Sesi jogou com Dani Lins, Ivna, Fabiana, Suelle, Dayse e Bia, com Suelen como líbero. Entraram: Carol Albuquerque, Neneca e Mari.

Deixe uma resposta