Em jogo de tirar o fôlego, Vôlei Brasil Kirin vira e conquista 4ª vitória seguida

Compartilhar

Foi na raça, na superação e na força que o Vôlei Brasil Kirin conquistou a quarta vitória seguida na Superliga Masculina de Vôlei. Na noite deste sábado (19), no Ginásio do Taquaral, em Campinas, o time campineiro chegou a estar perdendo por 2 a 0, mas foi buscar a virada, com direito a tiebreak de tirar o fôlego, e derrotou Lebes/Gedore/Canoas, por 3 a 2 (21/25; 22/25; 25/17; 25/22 e 19/17) para mais de 1.700 torcedores. O central Maurício Souza levou o troféu Viva Vôlei de melhor em quadra.

Agora com dez pontos na classificação, ainda entre os líderes, o Vôlei Brasil Kirin volta às quadras para compromisso `contra Minas, na próxima quinta-feira (24), às 21h55, em Belo Horizonte. No final de semana, o adversário será Bento Vôlei, novamente Ginásio do Taquaral.

kirin01

Na partida, a comissão técnica do Vôlei Brasil Kirin utilizou um uniforme especial, em apoio ao Novembro Azul, campanha para conscientização e prevenção ao câncer de próstata. O gesto se repetirá em todas as partidas realizadas em Novembro.

O JOGO – O Vôlei Brasil Kirin oscilou bastante na primeira parcial. No início, o time campineiro foi buscar uma desvantagem, que chegou a ser de três pontos (13 a 10), em passagem de Maurício Souza pelo saque. O serviço flutuado do central complicou a recepção adversário e facilitou o bloqueio campineiro. Em grande block de Vini, os comandantes do técnico Horacio Dileo passaram na frente (15 a 14). Na reta final, porém, os donos da casa se desconcentraram no ataque e permitiram que os gaúchos levassem o set inicial: 25 a 21.

kirin02

No segundo set, a partida ficou mais equilibrada. Os dois times trocaram pontos e se revezaram liderança por boa parte da parcial. Mais uma vez, os visitantes cresceram no momento certo e conseguiram fechar por 25 a 22.

Com as costas na parede, o Vôlei Brasil Kirin contou com grande desempenho do bloqueio para levar o terceiro set. Diogo e Vini anotaram pontos no fundamento e logo deram a vantagem para os campineiros (5 a 3). O paredão seguiu funcionando e, após dois blocks seguidos com Jotinha e Maurício Souza, a vantagem chegou a oito pontos (13 a 5), obrigando o adversário a pedir tempo. Com larga frente, os donos da casa ainda marcaram em ponto de saque de Vini e fecharam sem grandes problemas: 25 a 17.

O Vôlei Brasil Kirin manteve o embalo no quarto set e aproveitou bem os contra-ataques com Diogo e Rivaldo para largar na frente e logo abrir 7 a 2. Bruno Temponi foi para o saque, anotou ace e colocou 15 a 10 no placar. Os visitantes chegaram a se recuperar, diminuindo a diferença, mas uma série incrível de três bloqueios seguidos de Maurício Souza deu a vitória para os campineiros na parcial por 25 a 22 e forçou o tiebreak.

kirin03

TIEBREAK – Na parcial decisiva, o Vôlei Brasil Kirin começou a todo vapor e abriu 4 a 0 logo de cara, comandado pela boa atuação do ponteiro Bruno Temponi, que conseguiu um bloqueio e dois pontos de ataque. Apesar do bom início campineiro, os visitantes conseguiram se recuperar e, aos poucos, diminuíram o prejuízo no placar. O set ficou ainda mais emocionante quando os dois times ficaram empatados (14 a 14). Em meio a tensão, os gigantes Maurício Souza e Rivaldo decidiram a partida em passagem de Vini pelo saque. Primeiro, o central bloqueou até pela entrada de rede, depois o oposto voou para matar contra-ataque e fechar em 19 a 17.

Fotos: Gabriel Inamine/Vôlei Brasil Kirin

Deixe uma resposta