Ponte empata com o Vasco

Compartilhar

Jogando em casa, Ponte não consegue marcar e fica no 0x0 com o Vasco

Apesar de buscar o gol durante toda a partida, a Ponte Preta parou na forte marcação carioca e não conseguiu sair do 0x0 na noite deste domingo(06). Com o resultado a Ponte foi a 22 pontos e está em 15º na classificação. A Ponte Preta volta a campo na próxima quarta-feira (09) às 19h no Moisés Lucarelli, em jogo adiado da 17º rodada do Campeonato Brasileiro.

O jogo

As duas equipes começaram se estudando e a Ponte Preta com uma forte marcação para roubar a bola e sair em velocidade. A Macaca não dava espaços para o Vasco tocar a bola. Sheik, Maranhão e Lucca se movimentavam para dar opções para Cajá armar a equipe.

Até os 10 minutos nenhuma chance de perigo para as duas equipes. Jeferson aparecia muito bem no apoio ao ataque. Aos 17 minutos Lucca bateu escanteio e Rodrigo cabeceou para fora. Aos 31 minutos, Cajá brigou com o zagueiro e girou batendo, mas a defesa do Vasco tirou.

Aos 32 minutos a primeira grande chance. Sheik recebe cruzamento, domina e chuta forte para grande defesa do goleiro vascaíno. Aos 38, Rodrigo ganha de cabeça e manda pro gol, mas para em boa defesa do goleiro. Após um minuto de acréscimo, o árbitro encerrou a partida.

A Ponte começou com tudo o segundo tempo para cima do Vasco. Aos dois minutos Sheik e Maranhão quase abriram o placar. Aos sete minutos Cajá brigou e roubou a bola e cruzou para a área, mas a zaga do Vasco afastou.

O Vasco sem pressa tocava a bola e a Ponte quando roubava a bola tentava sair rápido para pegar o time adversário desprotegido. Aos 22 o árbitro não assinalou pênalti de Henrique em cima de Saraiva. O Vasco aproveitava as faltas para ganhar tempo em cada cobrança.

A Ponte foi pra cima e o Vasco se segurava na defesa. Aos 42 minutos Rodrigo cobrou falta com violência e Martin Silva fez grande defesa. Após quatro minutos de acréscimo o árbitro encerrou a partida.

Galeria de Fotos
fotos: Álvaro Jr.

Ficha técnica:

Ponte Preta:
Aranha, Jeferson (Nino Paraíba), Marlon, Rodrigo, Naldo, Danilo, Maranhão (Saraiva), Elton, Lucca, Renato Cajá (Léo Artur) e Sheik Técnico Gilson Kleina

Botafogo:
Martin Silva, Gilberto, Breno, Lucas Rocha, Henrique, Paulinho, Bruno Paulista (Andrey), Jean, Wellington, Mateus Vital e Paulo Vitor Técnico: Milton Mendes

Local: Estádio Moisés Lucarelli – Campinas-SP
Arbitragem: Sandro Meira Ricci, Emerson Augusto de Carvalho, Marcelo Carvalho Van Gasse
Cartões amarelos: Paulinho, Gilberto, Breno, Rodrigo

fonte: PontePress

Deixe uma resposta