Guarani tropeça em casa contra o Oeste e vai se complicando no campeonato

Compartilhar

Empate mostra a falta de repertório das equipes que não fazem bom início de série B

Na abertura da sétima rodada da série B, Guarani e Oeste se enfrentaram na noite desta Segunda Feira (31), no Brinco de Ouro, em busca da reabilitação. O novo técnico bugrino, Ricardo Catalá, não teve a documentação regularizada a tempo, e observou o jogo das arquibancadas. E de lá de cima, viu mais um erro de bola parada e uma triste apresentação dos campineiros, culminando com um empate frustrante.

O jogo

Os primeiros 45 não foram nada emocionantes. O Guarani tentava propor o jogo, saindo tocando lá de trás, mas sentia dificuldades, já que o Oeste avançava a marcação para abolir a trama. Sem jogada trabalhada e com pouca criação, a primeira etapa foi levada aos trancos e barrancos. Para não dizer que não teve arremate a gol, o chute mais “perigoso” foi de Fabricio Oya, para o Oeste, exigindo uma defesa de Rafael Pin.

Segundo tempo

Na volta, houve melhoras. Nada de espetacular, mas as equipes pareciam dispostas a tentar uma apresentação com mais ímpeto. A bola parada definiu o confronto de 1×1. Primeiro ao lado verde: Lucas Crispim acertou uma bela falta no ângulo e abriu o marcador. Mais tarde, em cruzamento pela direita, Sidmar subiu livre para empatar o confronto. No fim, nada de mais empolgante aconteceu em Campinas e um ponto foi destinado as equipes.

Como fica?

Apenas com quatro pontos ganhos em 21 disputados, o Bugre pode terminar a rodada na zona de rebaixamento após mais um resultado ruim dentro de casa. Agora, o Guarani tem um confronto difícil com o Operário-PR, fora de casa, sábado, às 19h.

O Oeste está na penúltima colocação do campeonato, com três pontos. No sábado (5), na Arena Barueri, a equipe de Renan Freitas medirá forças com o Juventude, ás 11h.

Ficha Técnica

Campeonato Brasileiro (série B) – Sétima rodada – Guarani 1×1 Oeste

Segunda Feira, 31 de agosto de 2020 – Estádio Brinco de Ouro da Princesa – Campinas-SP

Guarani: Rafael Pin, Cristovam, Didi, Wálber, Bidú, Deivid, Eduardo Person (João Paulo), Giovanny, Lucas Crispim, Junior Todinho (Bruno Sávio) e Waguininho (Alemão). Téc: Ricardo Catalá.

Oeste: Luiz, Eder Sciola (Bruno Alves), Matheus Dantas, Caetano (Sidmar), Salomão, Lídio, Betinho, Matheus Rocha, Fabricio Oya (Mazinho), Marlon (Luan) e Bruno Lopes. Téc: Renan Freitas.

Gols: Lucas Crispim (GUA). Sidmar (OES).

Cartões amarelos: Betinho, Matheus Rocha e Salomão (OES). Lucas Crispim (GUA).

Árbitro: Salim Fende Chaves.

Assistentes: Daniel Luís Marques e Daniel Paulo Ziolli.

Por: Anderson Pinheiro

Deixe uma resposta