Ponte Preta supera o Náutico no Majestoso e volta a vencer na série B

Compartilhar

Com dois de Camilo, Macaca ainda pode sonhar com o acesso nos três jogos que ainda restam.

Na tarde deste domingo (17), Ponte Preta e Náutico mediram forças no Majestoso, em partida válida pela rodada 35 da série B. Em lados opostos, a Macaca ainda sonha com o acesso, faltando mais três jogos para o fim da competição. Enquanto o Timbu, que se encontra na beira da degola, busca pontos para escapar do descenso. Quem se deu melhor foram os campineiros, que por dois tentos a zero, superou o Náutico e voltou a vencer no campeonato.

O jogo

Primeira etapa com a Ponte muito intensa. Logo aos seis, o marcador já estava aberto. Após levantamento de Yuri, a bola encontrou Camilo, e o camisa 10 não perdoou. Poucos minutos depois, o mesmo Camilo ampliou o placar numa batida firme, de falta, na entrada da área. O melhor lance do Timbu foi uma bola na trave de Bryan, no final da etapa. Ainda deu tempo de a Ponte desperdiçar duas oportunidades com Apodi e Bruno Rodrigues.

Segundo tempo

Com a morosidade da etapa inicial, o Náutico tentou voltar com mais ímpeto. A boa chance foi com Ronaldo Alves, que cabeceou para fora e assustou Vinhas. A Macaca não caprichou nas oportunidades com Camilo e Peixoto para matar o jogo. O último lance de perigo foi o belo chute de Bryan, que obrigou o arqueiro pontepretano fazer uma boa defesa. Fim de papo, três pontos ficaram em Campinas.

Próximos capítulos

Com o triunfo, a Macaca chegou aos 51 pontos e ocupa a 6ª posição na tabela. Na próxima rodada, viaja até Chapecó, quinta feira (21), às 17h45, para enfrentar a vice-líder Chapecoense. O Náutico continuará sua luta para não cair contra um já rebaixado. Na quarta (20), medirá forças contra o Oeste, às 19h15, em casa.

Ficha técnica

Campeonato Brasileiro (série B) – rodada 35 – Ponte Preta 2×0 Náutico – 16h

Domingo, 17 de janeiro de 2021 – Estádio Moisés Lucarelli – Campinas-SP

Ponte Preta: Ygor Vinhas; Apodi, Luizão, Wellington Carvalho e Yuri; Barreto (Neto Moura), Zanocelo (Dawhan) e Camilo (Pedrinho); Luan Dias (Pato), Bruno Rodrigues e Matheus Peixoto (Orobó). Téc: Fábio Moreno.

Náutico: Anderson; Bryan, Ronaldo Alves (Thássio), Rafael Ribeiro e Camutanga; Djavan (Matheus Trindade), Renan Foguinho (Ruy), Dadá, Jean Carlos (Jorge Henrique) e Erick (Juninho Carpina); Kieza. Téc: Hélio dos Anjos.

Gols: Camilo {2x} (PON).

Cartões amarelos: Wellington Carvalho, Zanocelo, Barreto (PON); Djavan, Dadá e o técnico Hélio dos Anjos (NAU).

Árbitro: Paulo Cesar Zanovelli.

Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira e Fernanda Nândrea Gomes Antunes.

Por: Anderson Pinheiro

Deixe uma resposta