Guarani vence o Botafogo-SP fora de casa e soma os primeiros pontos no Paulistão

Compartilhar

Com um jogador a mais desde a primeira etapa, Bugre não deu chances ao Pantera

Em jogo válido pela segunda rodada do Paulistão, Botafogo-SP e Guarani mediram forças em Ribeirão Preto, na tarde desta quinta-feira (04). Ambas equipes buscavam sua primeira vitória na competição, já que o Bugre foi derrotado na estreia e, o Pantera empatou. Os campineiros sagraram-se vencedores pelo placar mínimo e, o detalhe, foi a primeira intervenção do VAR (árbitro de vídeo), no campeonato, que deixou o Botafogo com um homem a menos antes da abertura do marcador.

O jogo

O Pantera começou muito bem o jogo, com mais posse de bola e envolvendo o Guarani. Entretanto, tudo caiu por terra aos 19, quando Pará foi expulso após entrada forte em Pablo. Após o fato, o Bugre começou a obter mais perigo ao adversário e só não foi aos vestiários vencendo, por conta do goleiro Igor, que fez duas grandes defesas na cabeçada de Rafael Costa e no arremate de Andrigo.

Segundo tempo

Com um a mais desde a primeira etapa, culminando até os 45 finais, o Botafogo não resistiu à pressão. Mesmo assim, o arqueiro Igor continuou dificultando os ataques bugrinos com boas intervenções. Só que aos 15, não teve jeito. No chute de Rodrigo Andrade, a bola desviou na zaga e enganou a queda do goleiro. Depois do gol, o Bugre foi segurando e esperando o tempo passar, já que o Pantera jamais teve forças para assustar o sistema defensivo dos campineiros.

Como fica?

Com o triunfo, o Guarani chega aos três pontos, assumindo a segunda posição do grupo D, atrás do Mirassol. Na próxima rodada, os comandados de Allan Aal voltam a Campinas para receber o Bragantino, domingo (07), às 15h. Enquanto o Pantera, buscará sua primeira vitória fora de casa, contra a Ferroviária, um dia depois, às 19h.

Ficha técnica

Campeonato Paulista (série A1) – rodada 2 – Botafogo-SP 0x1 Guarani – 16h45

Quinta feira, de março de 2021 – Estádio Santa Cruz – Ribeirão Preto-SP

Botafogo: Igor; Rodrigo, Fabão, Matheus Santos e Pará; Luan (Dudu), Vinicius Kiss, Emerson e Marlon (Martinelli); Rafael Marques (Victor Bolt) e Michel (Yan). Téc: Alexandre Gallo.

Guarani: Gabriel Mesquita; Mateus Ludke (Éder Sciola) e Romércio, Airton e Bidú; Bruno Silva (Rodrigo Andrade), Índio e Tony; Pablo (Andrigo), Rafael Costa e Renanzinho (Eliel). Téc: Allan Aal.

Gol: Rodrigo Andrade (GUA).

Cartões amarelos: Bidú (GUA); Michel (BOT).

Cartão vermelho: Pará (BOT).

Árbitro: José Cláudio Rocha Filho.

Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Ítalo Magno de Paula Andrade.

VAR: Adriano de Assis Miranda.

Por: Anderson Pinheiro

Deixe um comentário