Reformulado, Guarani inicia neste sábado o sonho do acesso

Compartilhar

Com um elenco praticamente todo novo, Bugre estreia na Série C contra o Madureira, no Rio

 

Após o rebaixamento no Paulistão, o Guarani passou por uma grande reformulação para concretizar o sonho do acesso na disputa da Série C do Campeonato Brasileiro. Além da chegada do novo treinador Tarcísio Pugliese, profissional acostumado a trabalhar nesta divisão do Brasileiro, o Bugre trocou praticamente todo o seu elenco após o Estadual. Assim, de cara nova e com um grupo dentro do perfil da competição, o Guarani estreia na Série C neste sábado (1º), quando enfrenta o Madureira, às 15h,no Estádio Aniceto Moscoso, no Rio de Janeiro. O principal nome da equipe bugrina hoje é o meia Fumagalli, mas o jogador está fora da primeira rodada por questões físicas e de documentação.

 

 

Um dos responsáveis pela nova filosofia do Guarani é o técnico Tarcísio Pugliese. “Em conjunto com a diretoria, buscamos jogadores que conheciam esta divisão e que se encaixassem na atual realidade financeira do clube. Sabemos da responsabilidade que é comandar o Guarani, que, pela tradição e peso de seu nome, é apontado como um dos favoritos ao acesso”, disse o treinador, que espera começar a competição com o pé direito. “Desde o primeiro dia que cheguei, o trabalho vem sendo feito com o objetivo de somarmos seis pontos nas duas primeiras rodadas. Nosso primeiro desafio é o Madureira e, respeitando o adversário, vamos jogar pela vitória”, completou Pugliese. Após o time carioca. o Guarani recebe no próximo final de semana o Mogi Mirim pela segunda rodada. Depois desta partida, a Série C será paralisada durante a Copa das Confederações e só retornará em julho.

 

O time titular do Bugre não foi confirmado para a estreia, mas a base será formada por atletas que defenderam a Caldense no último Campeonato Mineiro sob o comando de Tarcísio Pugliese. Dos nove reforços contratados pelo Guarani oriundos da equipe de Poços de Caldas, oito podem começar jogando contra o Madureira. Se isto se confirmar, os ex-jogadores da Caldense em campo pelo Bugre serão os zagueiros Paulão e Julio Cesar; o lateral-direito Jefferson Feijão; os volantes Edmilson e Simião; os meias Ewerton Maradona e Rossini; e o atacante Nena. As exceções seriam o goleiro Juliano, o lateral-esquerdo Renan Oliveira e o atacante prata da casa Romarinho, de apenas 18 anos. “Vários destes jogadores já atuaram juntos com o técnico Tarcísio não apenas na Caldense, mas em outros clubes como o São José, Luverdense e Icasa, onde conquistamos o acesso da Série C no ano passado. Este entrosamento deverá nos ajudar muito neste início de competição”, destacou o volante Edmilson. O 9º reforço que veio da Caldense é o goleiro Thomazella, que ficará no banco de reserva na estreia.

Deixe uma resposta