FEAC apresenta os finalistas do 18º Prêmio de Jornalismo

Compartilhar

Vencedores serão conhecidos em 03 de dezembro, durante festa de premiação no Vert Eventos

Já está identificado o seleto grupo de 24 jornalistas que chega à final da 18ª edição do Prêmio Fundação FEAC de Jornalismo. Com a temática “Desenvolvimento do voluntariado e práticas solidárias alteram a realidade social”, a iniciativa recebeu 186 trabalhos nas modalidades Cinegrafista, Fotojornalismo, House Organ, Mídia Impressa, Produto Universitário, Rádio, Televisão, além de Jornalismo On-line, de caráter nacional.

Na modalidade Cinegrafista, os três classificados são Marcelo Puschnick, da TV PUC, com a reportagem “Multiplicando sonhos, transformando realidades”; e os profissionais da EPTV Márcio Silveira com “Som campineiro do Instituto Anelo viaja até festival de música na Itália”, e Victor Luis de Freitas, do Programa Mais Caminhos, com “Projeto Jovens do Bem”.

Na categoria Fotojornalismo os finalistas Adriano Rosa, da Agência Social de Notícias (ASN), com a matéria “Brincar é a cura da violência em família dentro do projeto Recriando Vínculos feito por voluntárias em Campinas”, e os profissionais do Grupo RAC, Dominique Torquato, com a reportagem “Protagonismo voluntário ajuda comunidade Menino Chorão” e Leandro Ferreira com “Esporte é caminho para driblar as drogas”.

Na modalidade House Organ a disputa está entre as jornalistas Amanda Cotrim, do Jornal da PUC, com a reportagem “O sistema penitenciário é um problema de todos”, Crislaine Gava, do Jornal Radar, com “(Muito) Além de uma mobilização – Mutirão da saúde”, e Mari Carla Polizello Giro, do Jornal Casa da Fonte, com “10 anos mudando vidas pelo voluntariado”.

Também integra a redação do Grupo RAC, o trio de finalistas na categoria Mídia Impressa. Os classificados são Eric Rocha, com a reportagem “Instituto usa a música para modificar vidas”, Gustavo Abdel, com “A comunidade que se cansou”, e Thaís Jorge, com a matéria “Além do lápis e do papel”, publicada na Revista Metrópole.

Pela modalidade Rádio são finalistas duas jornalistas da Rádio Brasil Atual: Anelize Moreira, com a série Varre Vila, “Além da limpeza, varredores promovem conscientização ambiental em comunidades da zona leste”, e Sandra Regina Paulino Cassiano, com a reportagem “Campanha visa arrecadar lenços para mulheres com câncer” e Renata Câmara Araujo, da Rádio Gazeta AM, com a matéria “Banco de lenços”.

Na categoria Televisão, tem como finalistas as jornalistas da EPTV Campinas Edlaine Garcia e Isabela Monteiro, ambas do Programa Mais Caminhos, com as matérias “Consertador de brinquedos” e “Ana: uma vida que inspira”, respectivamente. Também concorre na modalidade o jornalista da TV Globo, Marcello Canellas, com a reportagem “Caçadores de bons exemplos”.

A última categoria regional que figura na disputa do Prêmio Fundação FEAC de Jornalismo é Produto Universitário, que reúne os estudantes da PUC-Campinas, Amanda Pattaro, com “Voluntariado melhora a sociedade e traz crescimento pessoal”, Camila Correia, com “Anjos da vida – Em busca da doação de órgãos” e Mateus Badra de Oliveira, com “Trabalho voluntário aproxima pessoas e diminui diferenças”.

Já a modalidade de abrangência nacional, Jornalismo On-line, tem como finalistas Adriana Menezes, da Agência Social de Notícias (Campinas/SP), com a reportagem “Brincar é a cura da violência em família dentro do Projeto ReCriando Vínculos feito por voluntárias em Campinas”, Adriano Oliveira, do site G1 (Ribeirão e Franca/SP), com a reportagem “Voluntários atendem mil por dia e devolvem visão a sertanejos na Bahia” e Raquel Fronza, do site do Jornal Pioneiro (Caxias do Sul/RS), com “Campanha do agasalho em Caxias beneficia mãe e filha pobres”.

Os 24 trabalhos foram indicados por membros do Comitê Julgador 2015. Na 18ª edição do Prêmio FEAC de Jornalismo, o vencedor da modalidade Jornalismo On-line receberá premiação no valor de R$ 6 mil. Produto Universitário conta com prêmio de R$ 3 mil. Já os ganhadores das outras seis categorias em disputa, de caráter regional, serão reconhecidos com prêmios de R$ 5 mil e ainda concorrem, automaticamente, ao Grande Prêmio FEAC – Iguatemi Campinas no valor de R$ 7 mil.

Na noite de 03 de dezembro, no Vert Eventos, ocorrerá a cerimônia de premiação quando então serão conhecidos os oito vencedores – entre eles, aquele que conquistará reconhecimento pelo melhor trabalho do ano ao receber o Grande Prêmio FEAC-Iguatemi Campinas de Jornalismo.

Deixe uma resposta