Abertura da exposição “A Linha do Tempo” acontece no dia 26 de agosto na Casa do Lago

Compartilhar

O artista Dito Pereira expõe suas obras na Casa do Lago, abertura acontece no dia 26 de agosto, à partir das 19 hs. As obras permanecerão no espaço até dia 8 de setembro.

Há aproximadamente um ano, a linha tornou-se matéria prima protagonista na obra de Dito Pereira. Até então o artista focava em experimentos mistos de pintura, assemblagem e ilustração. Naturalmente, nesse meio tempo, houve um encontro entre as técnicas de tecelagem e bordado (recém-desenvolvidas por Dito), somadas à pintura já bastante explorada pelo artista.

Em “A Linha do Tempo” o espectador terá a oportunidade de acompanhar o a trajetória que a linha vem traçando na obra do expositor. Os primeiros trabalhos revelam a simplicidade dos pontos iniciais desenvolvidos pelo artista ao conhecer a tecelagem Huichol (Olho de Deus e Mandala Têxtil). Em um segundo momento, fica nítido o desprendimento de Dito em relação à técnica tradicional, quando a quebra de simetria entra em cena, além da aplicação das peças tridimensionais em tela. Por fim, o artista revela sua inquietude ao incorporar o bordado, criando texturas em determinados elementos figurativos, sem contar com o mais recente experimento da incorporação têxtil em uma instalação, reforçando assim sua identidade.

Quanto à poética explorada, é evidente o interesse do artista por temáticas meditativas, oníricas e visionárias, dessa forma cria-se uma atmosfera capaz de transmitir harmonia e equilíbrio ao espectador. Nesse momento, revela-se a busca constante pelo autoconhecimento que o ser humano/artista vive e deixa refletir em sua criação, na intenção de transparecer seu lado introspectivo. Partindo desse ponto, “A Linha do Tempo” propõe um debate sobre a importância da autorreflexão para o desenvolvimento coletivo, momento esse, no ponto de vista do autor, propício para tal discussão.

alinhadotempo1


Ficha Técnica:

– Tela “OVNI” – 40 cm. x 50 cm. Tecelagem, Tinta Spray e POSCA s/ tela.
– Tela “África” – 40 cm. x 50 cm. Tecelagem e Acrílica s/ tela.
– “Violar ao Luar” – 38 cm. X 57 cm. Pintura, Bordado e “String Art” s/ Duratex.
– Série “Anjos” – 4 telas de 40 cm. x 50 cm. cada. Tecelagem, Acrílica e POSCA s/ tela.
– Tela “A Mãe Natureza” – 70 cm. X 90 cm. Tinta Óleo, Acrílica, POSCA, Bordado e Tecelagem s/ tela.
– Instalação “O Resgate dos Girassóis” – Arte Têxtil: “Vaso com cinco girassóis”.
– “O Último Suspiro” – 56 cm. x 50cm. Pintura e String Art s/ madeira.
– “Estudo String Art 1” – 56 cm. x 50 cm. Técnicas e padrões geométricos.

Mandalas avulsas (Amuleto)

– Móbile: Seis mandalas de 4 pontas com 10 cm. de diâmetro + Uma mandala central de 8 pontas com 25 cm. de diâmetro. Linha 100% algodão tecida s/ varetas de madeira.
– Uma mandala de 4 pontas com 57 cm. de altura por 50 cm. de largura. Barbante tecido s/ galhos naturais.
– Três mandala de 8 pontas com 38 cm de diâmetro. Linha 100% algodão tecida s/ varetas de madeira.
– Uma mandala de 6 pontas com 75 cm. de largura por 40 cm. de altura. Barbante tecido s/ galhos naturais.
– Uma mandala de 8 pontas com 34 cm. de diâmetro. Barbante tecido s/ galhos naturais.
– Uma mandala de 8 pontas com 65 cm. de diâmetro. Barbante tecido s/ galhos naturais.

dito

Biografia do Artista

Victor Marques Pereira Fernandes (12/01/1991 – Campinas, SP), iniciou suas atividades artísticas quando ainda criança, tendo o desenho como passatempo favorito. Aquilo que na infância era indiscutivelmente uma brincadeira, com o passar dos anos se transformou em uma ferramenta de expressão e comunicação para o jovem artista, que hoje busca seu espaço no mercado das Artes Visuais. A assinatura de Victor faz menção a essa infância arteira, já que em seus primeiros anos de vida, não conseguia pronunciar corretamente o próprio nome, apresentando-se sempre como Dito.

Em 2010, ingressa no curso de “Artes Visuais com Ênfase em Design” da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), onde estudou até 2012, se despedindo da vida acadêmica entre o quinto e sexto semestre do curso. Fora do contexto universitário, dá sequência em sua produção que passa a ganhar vida quando o mesmo se vê mais livre e dono de sua própria criação. Apesar dessa oposição à academia, o artista reconhece a base e os fundamentos adquiridos na universidade e é grato aos professores e mestres que lhe proporcionaram tantas vivências engrandecedoras ao seu desenvolvimento profissional.

Em outubro de 2014, é contemplado pela artista Lisa França, que abre as portas de seu ateliê para a realização da exposição “O Equilíbrio do Eclipse”, sendo essa, a soma de duas séries de pintura: “O Mistério do Equilibrista” de Dito Pereira e “Cem Séculos, Sem Sol” de Raffa Lima. A partir desse momento, o artista recebe diversos outros convites de Lisa, participando de quatro mostras coletivas no mesmo espaço, sendo elas: “Anjos I”, “Anjos II”, “A Face de Cristo” e “Madonnas IV”. Em novas oportunidades, o trabalho de Dito Pereira também esteve presente em “Tudo o que Eu Não Sei” – Museu do Imigrante (Vinhedo). “Qual o Tamanho da Sua Loucura?” – MIS (Campinas). Além da exposição individual “HIPNOSE”, realizada em parceria com o evento multicultural “Nervosa”- Porão Pub (Sousas).

Serviço
Exposição “A Linha do Tempo”

Artista: Dito Pereira
Local: Espaço Cultural Casa do Lago – Unicamp
Abertura: dia 26/08 às 19hs – Entrada Franca
De 27/08 a 08/09 das 8:30 às 22hs

Deixe uma resposta