De virada, Ponte Preta vence o Santos na Vila e vai ás semifinais do Paulistão

Compartilhar

Bruno Rodrigues marca seu terceiro gol em três jogos pós retomada; João Paulo também deixou o dele.

A decisão da última vaga para ás semifinais do Campeonato Paulista ficou por conta de Santos e Ponte Preta, que se enfrentaram na Vila Belmiro, na noite desta Quinta Feira (30). Para muitos, o confronto mais aberto da série, o Peixe até saiu na frente, mas depois de uma expulsão o desfecho do jogo foi outro.

Bom para a Ponte Preta, que viveu uma volta ao futebol dos sonhos. Depois de evitar o rebaixamento e classificar em segundo do grupo, conseguiu mais um feito para animar sua torcida: Está nas semifinais do Paulistão.

O jogo

A Macaca começou melhor que o Peixe. Logo no início, carimbou o travessão na cabeçada de Bruno Rodrigues. Depois, o Santos equilibrou a partida, forçando jogadas nos seus extremos: Soteldo e Marinho. E foi com essa dupla que a equipe praiana abriu o placar. Jogada pela esquerda, o camisa 10 fintou Apodi e cruzou para o 11, de cabeça, correr para o abraço.

O mesmo Marinho, que balançou a rede na Vila, se complicou: Já no fim da primeira etapa, deixou o braço no rosto do adversário, e foi expulso. A partir daí a história do jogo mudou.

Segundo Tempo:

Com um a mais, naturalmente a Ponte voltou com ímpeto atrás do empate. As mudanças de Brigatti surtiram efeito logo de cara. No escanteio cobrado pela esquerda, a bola sobrou para Bruno Rodrigues, de cabeça, igualar o marcador. Não era noite de Vladimir, goleiro do Santos. Em chute de longe de Bruno Rodrigues, o arqueiro praiano soltou a bola nos pés de Moisés, que virou.

O Santos cansou. Terceira partida consecutiva que o time de Jesualdo tem um jogador indo para o chuveiro mais cedo. Com isso, o alvinegro campineiro cadenciou o jogo até o gol derradeiro de João Paulo. O meia pontepretano carregou a bola, limpou Jobson e acertou um chutaço de canhota, decretando a classificação da Macaca.

E agora?

O Santos deu adeus ao Paulistão em meio a tantos problemas extracampo. Voltará a campo no dia 9 de agosto, contra o Bragantino, na estreia do Brasileirão.

Na Ponte Preta é só alegria. Com três vitórias em três jogos pós paralisação, Brigatti e seus comandados vão até ao Allianz Parque, no Domingo ás 19h, medir forças com o Palmeiras em uma das semifinais do Paulistão.

A outra semi fica por conta de Corinthians x Mirassol, as 16h do Domingo, na Arena.

Ficha Técnica

Campeonato Paulista – Quartas de final – Santos 1×3 Ponte Preta.

Quinta Feira, 30 de julho de 2020 – Vila Belmiro.

Santos: Vladimir, Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres, Felipe Jonathan, Alisson (Jobson), Pituca (Jean Mota), Sanchez, Soteldo, Marinho e Kaio Jorge (Arthur Gomes). Téc: Jesualdo Ferreira.

Ponte Preta: Ivan, Apodi, Wellington Carvalho, Trevisan, Lazaroni, Dahwan, Jeferson (Moisés), Zanocelo (Bruno Reis), João Paulo (Danrley), Bruno Rodrigues e Safira (Roger). Téc: João Brigatti.

Gols: Marinho (SAN). Bruno Rodrigues, Moisés e João Paulo (PON).

Cartões amarelos: Marinho, Pará, Arthur Gomes (SAN). Jeferson (PON).

Cartão Vermelho: Marinho (SAN).

Arbitro: Salim Fende Chavez.

Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis e Fabrini Bevilaqua Costa.

Por: Anderson Pinheiro

Deixe uma resposta